Programa Mineração

Higiene Ocupacional na Mineração é tema de Seminário promovido pelo IBRAM

26/09/2016

Um ambiente de trabalho saudável e seguro é um direito de todo trabalhador. Para isso, é necessário que as empresas estejam sempre em busca de atualização. É com este foco que o MINERAÇÃO, Programa Especial de Segurança e Saúde Ocupacional do Instituto Brasileiro de Mineração – IBRAM, realiza, ao longo do ano, diversos cursos voltados para as mineradoras. Em junho, a entidade promoveu na cidade de Belo Horizonte (MG), o III Seminário de Higiene Ocupacional na Mineração.

O evento apresentou aos participantes esclarecimentos sobre as áreas de Vibrações e Radiações Ionizantes.  Segundo a Coordenadora do Programa MINERAÇÃO, estes são temas de difícil compreensão e bastante atuais e estão afetando muitas empresas do Setor Mineral, seja no processo de extração ou mesmo no beneficiamento.

O seminário contou com a participação de aproximadamente 40 pessoas que estiveram presentes para se atualizar sobre assuntos como Controle Regulatório dos NORM, Segurança nas instalações industriais, parâmetros de avaliações para vibrações e seus desdobramentos.

Para Claudia Pellegrinelli, não só a mineração, mas todos os segmentos industriais têm procurado investir mais em Higiene Ocupacional. “A preocupação em analisar mais a fundo as questões relacionadas à higiene ocupacional dentro das empresas vem se intensificando, pois isso leva a um conhecimento mais profundo dos ambientes de trabalho, seus impactos nos trabalhadores e, agora, na tributação trabalhista, previdenciária e fiscal”, analisa. Segundo ela, com a implantação do e-Social, as empresas terão de informar seus riscos, as avaliações quantitativas das exposições e as técnicas utilizadas. “Estas interpretações deverão ter o aval dos profissionais afins a esta área que são os higienistas ocupacionais. E a Previdência Social tem grande interesse nestas informações, principalmente quando se trata de aposentadoria especial”, explica.

Para Paulo Henrique Costa, Médico Coordenador do o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) da ArcellorMittal, o seminário foi muito produtivo e esclarecedor nos aspectos práticos da aplicação dos temas abordados. “É extremamente importante este debate tendo em vista o tipo de atividade minerária que, em sua maioria, representa condições críticas que demandam esforço, atenção e conhecimentos específicos. Este tipo de debate nos dá a oportunidade de trocas de experiência e maior condição de conduzir os casos mais complexos do dia a dia da Higiene Ocupacional”, avalia.

O programa MINERAÇÃO tem discutido essa matéria periodicamente. “Temos um público interessado em debater este assunto. Nossa ideia é manter o grupo sempre atualizado nos principais assuntos ligados Higiene Ocupacional na mineração. O próximo encontro está previsto para 2017”, diz Claudia.